Sobre mim.

Enquanto não consigo completar a árdua tarefa de colocar um link na home do blog falando sobre mim, segue um pequeno texto para você me conhecer melhor.

Meu nome é Christian Sisson e tenho 31 anos.

Sou uma pessoa que aos poucos está tentando se encontrar no tempo que foi dado para viver. Tarefa difícil, exercício diário.

Venho de uma família que ensinou condutas rígidas e diversos protocolos de perfeição do ser, onde a expressão através da emoção era filtrada por uma silenciosa e às vezes declarada repressão. Por isso me sinto preso.

Mostrar o que penso é fácil; já o que sinto é difícil. Pensamento e sentimento andam juntos mas são coisas diferentes.

Trabalho com design gráfico e tratamento de imagens digitais, sou músico caseiro, mas ainda estou em busca de algo que me satisfaça mais.

Adoro a Apple e seus produtos, Coca-Cola e gastronomia.

Gosto de rock, jazz, música erudita entre outros estilos. Não gosto de MPB salvando raríssimas exceções. Que dirá outros estilos nacionais tipo axé e funk.

Gosto de bons filmes e um dos meus diretores favoritos é Stanley Kubrick.

Gosto muito de ler e atualmente estou relendo “Cem anos de Solidão” do Gabriel Garcia Marquez e lendo “Eu, robô” do Isaac Asimov.

Possuo crenças místicas que procuro manter longe de dogmas religiosos, especialmente os do catolicismo. Acredito que somos guiados e auxiliados por amigos e protetores espirituais que frequentemente não vemos mas sentimos e que o caminho do auto-conhecimento é o principal para se livrar da ignorância, grande mal da humanidade. Tento trilhá-lo diariamente.

Adoro a Natureza e os animais que nela habitam, exceto o ser humano, egoísta, destuidor, ignorante e absolutamente incapaz de deixar algo de bom para as futuras gerações, incluindo aí, seus próprios descendentes. Tamanha destruição terá um fim trágico se não começarmos a trilhar o caminho contrário. Cada um de nós deve fazer a própria parte.

Moro com uma pessoa que amo, Bárbara, uma mistura de Sabiá com Girassol, e juntos formamos um núcleo familiar onde o amor e a compreensão são constantes.

Possuo opiniões e pontos de vista frequentemente polêmicos e ácidos. Nenhum deles é imutável, porém, são baseados em um vício que tenho de observar pessoas e comportamentos constantemente.

Não gosto do senso comum e já tentei destruí-lo várias vêzes. Sei que é tarefa impossível porque ele é uma das expressões máximas da ignorância que fiz referência anteriormente.

Se você gosta das “coisas como elas são porque é assim que tem que ser” é bem provável que você me odeie.

Mas se você quer ver as coisas por um ângulo diferente, tenta frequentemente questionar as “verdades imutáveis” e gosta de quem se expressa por esse caminho, é provável que você goste do que escrevo e goste de mim.

Espero contruir bons relacionamentos com esse blog.

Como diz a Bárbara, Namastê!

Anúncios

2 opiniões sobre “Sobre mim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s