O tal livro de geografia…

Tenho recebido, com certa frequência, uns emails com arquivo .pps anexado, sobre um tal livro de geografia, para uma tal série escolar dos EUA de um tal autor que mostra o mapa do BraZil com uma área internacionalizada, correspondente à Amazônia e parte do Pantanal e invadindo parte dos países vizinhos. Essa é a imagem:

geografia_brazil.jpg

Antes de falar do mapa que deixa os brasileiros indignados (!) vou fazer algumas considerações.

A Natureza é de propriedade da própria Natureza do Planeta Terra. Acredito que o Planeta Terra é um organismo vivo consciente (como tudo no Universo) e que não depende dessa praga cancerosa de seres humanos destruidores para viver.

Nós, seres muito evoluídos, dividimos a Natureza por línguas, costumes, crenças religiosas e sei-lá-mais-o-quê e a essa merda toda junta demos o nome de cultura e tendemos a odiar quem não é igual a gente, ou seja, eles.

Essa coisa do nós e eles só gera desgraças e tragédias para humanidade. Somos todos filhos da mesma Natureza, que foi, através dos séculos, departamentalizada e territorializada ao gosto humano visto que ainda não somos evoluídos para nos considerarmos iguais e, portanto, precisamos ainda mijar no poste para guardar nosso território.

Quanto à imagem da região no tal livro de geografia:

1. Só fazemos destruir nossa Natureza. 90% (eu escrevi 90%), da atividade nessas regiões é ilegal, o que prova a total incompetência dos brasileiros em cuidar do que é nosso.

2. Temos, de um lado, o povo-que-corta-madeira-e-trafica-animais-selvagens, que é burro e não entende as consequências que o ato de vandalismo gera para a Natureza e para si mesmo e só quer saber do dinheiro, cagando para o resto.

3. Temos o povo-que-compra-madeira-e-animais-selvagens-traficados para ter móveis bonitos e animais selvagens em casa sem se preocupar quantas vidas e quantos hectares de mata foram destruídos. Aqui cabe um adicional sobre os animais selvagens traficados. O tráfico de animais selvagens é o terceiro mais rentável comércio ilegal do mundo, só perdendo em receita para os tráficos de armas e drogas. Se perguntarmos para as pessoas que compram animais selvagens traficados o que elas acham do tráfico de armas e drogas, talvez respondam que acham errado e que deve ser punido. Pois é, quem compra animais selvagens traficados também está na ilegalidade e merece ser punido. Além disso, tirar um animal do seu habitat para colocar trancado em jaula ou gaiola ou aquário dentro de casa é, no mínimo, uma crueldade sem fim. Imagine que elas adoram ver os animais repetindo frases idiotas, ou cantando em gaiolas sem poder voar, ou nadando de um lado para o outro, ou fazendo macaquice dentro de jaulas etc. como se fossem bichinhos de dar corda. Uma idiotice só.

4. E temos, decorando o bolo com a cereja, os governantes-que-gostam-de-enriquecer às custas do povo-que-corta-madeira-e-trafica-animais-selvagens e do povo-que-compra-madeira-e-animais-selvagens-traficados. Esses governantes representam muito bem os governados.

Cada um só cuida do que é seu e ninguém cuida do todo. Portanto, o todo vai acabar indo para as mãos deles.

Não sou brasileiro. Não sou estrangeiro. Não sou de São Paulo, não sou japonês, não sou carioca, não sou português, não sou de Brasília, não sou do Brasil! Nenhuma pátria me pariu!!! Não sou de nenhum lugar, sou de lugar nenhum. Eu não tô nem aí. Eu não tem aqui. — Titãs

sverige

Se você não concorda comigo, tudo bem, as diferenças são saudáveis e necessárias para a evolução da espécie. Esse post não foi pessoal.

Passar bem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s